Euromilhoes

domingo, dezembro 03, 2006

Madeira noutros tempos



A Aviação na Madeira

Com a conclusão e inauguração do Aeroporto da Madeira, conclui-se uma das muitas etapas percorridas para realizar o sonho de gerações de madeirenses.

Este texto, procura descrever a história deste sonho.

A primeira tentativa para chegar a Madeira por ar, foi efectuada na clandestinidade pelo Tenente Sarmento de Beires, do Grupo de Esquadrilhas de Aviação República. O avião escolhido por este foi um Breguet XIV A2. Todos os preparativos para a viagem fazem-se quase em segredo. Como este antigo bombardeiro não tinha autonomia suficiente para percorrer s 900 Km. Para contornar esta limitação, adaptaram-lhe um depósito suplementar para que este tivesse uma autonomia de sete a oito horas, quando a duração estimada era de cinco horas e meia. Embora o aparelho ideal para esta viagem fosse um hidroavião, essa hipótese era posta de parte, pois o exército não disponha de um. Como o Breguet era um avião de rodas, havia a necessidade de escolher um local para aterrar. Depois de alguns estudos da topografia, a solução avançada foi o Paul da Serra.

Finalmente no dia 18 de Outubro de 1920, Brito Pais e Sarmento de Beires, “montados” no recém baptizado “Cavaleiro Negro”, descolam pelas dez horas com o céu limpo. Para se orientarem utilizam os navios como ponto de referência. Por volta das catorze horas, aparecem as nuvens e o rumo é corrigido. Depois de algumas horas a tentar encontrar o Arquipélago da Madeira. Passadas oito horas decidem amarar junto a um cargueiro inglês, que os socorre. Estavam a 500 km da Madeira.

Na sua chegada a Lisboa, as autoridades militares acabam por fazer dias coisas contraditórias, punido-os primeiro por acto de indisciplina e, posteriormente, louvando-os em Ordem do Exercito, por actos de bravura.

Efectivamente a primeira ligação com a Madeira foi efectuada por Gago Coutinho. Esta serviria, para testar métodos para a grande viagem transoceânica que planeava empreender, a Travessia do Atlântico Sul.

O avião escolhido foi um Felixtowe da Aviação Naval. Este avião tinha uma autonomia máxima de 510 milhas. Todavia a distancia a percorrer até a Madeira era de 530 milhas. A viagem só era possível com base de num rigoroso planeamento e contando com vento favorável de norte. Em 22 de Março de 1921, as condições eram favoráveis e o avião descola da Trafaria, com 3800 libras, chegando ao Porto Santo seis horas e vinte minutos depois. Destas formas simples, é realizada a primeira viagem aérea ao Arquipélago da Madeira.

Durante os anos seguintes, foram poucas as viagens a Madeira, mas destaca-se, a passagem de três aviões Junkers em manobras navais.

Só em 1945, quando todos os países europeus já tinham assegurado ligações aéreas entre as diferentes parcelas dos seus territórios, é que Portugal por proposta de Humberto Delgado, cria a Secção do Transporte Aéreo. Esta antecessora da TAP, que detinha o monopólio dos transportes aéreos nacionais, abriu mão do percurso Lisboa Funchal, por não dispor de um hidroavião e por não existirem na Madeira infra-estruturas adequadas para os seus aviões. Esta, estava equipada com 8 Dakotas e 4 Skymasters e outros tantos aviões de guerra, e começou a operar em 1946 entre Lisboa, Luanda e Lourenço Marques.

É somente em 1949, que se estabelecem as primeiras ligações regulares de hidroaviões entre Southampton, Lisboa e Funchal, pelas mãos da Companhia Aquila Airways.

Pelas treze horas e quinze minutos do dia 16 de Março de 1949 o hidroavião Hampshire, amara no Funchal, para o seu primeiro voo experimental. Depois de mais alguns voos experimentais, anunciam-se que as carreiras regulares seriam inauguradas a 4 de Junho desse ano. Em Outubro desse ano uma viagem de ida e volta a Lisboa custava 2 826$00 e o excesso de bagagem 18$50 Kg.

Esta empresa iria terminar os seus voos para a Madeira em 1958 por razões financeiras. Nesse mesmo ano uma nova companhia, a ARTOP – Aero-Topográfica, Lda., anuncia a sua operação de transporte entre Lisboa e Funchal, tendo a seu serviço dois hidroaviões bimotores Martin-Mariner adaptados para estas viagens. Depois de alguns voos, esta companhia encerou todas as viagens entre Lisboa e Funchal, por causa de um acidente ocorrido com um hidroavião, baptizado por Porto Santo na sua viagem inaugural a Madeira, no dia 9 de Novembro de 1952. Este desapareceu no Atlântico uma hora depois de ter descolado.

Assim, a Madeira fica novamente sem transportes aéreos directos até 1964, data em que se inauguraria o Aeroporto de Santa Catarina.

Já desde 1944, que vinha sendo estudada a construção de um aeroporto na Ilha da Madeira. Vários locais foram analisados, entre os quais destacam-se São Martinho, São Lourenço, Paul da Serra, Santa Catarina e outros. Só em 1956, depois de enormes pressões por parte da opinião pública madeirense, são seleccionados os locais de Santa Catarina, Paul da Serra e São Lourenço, tendo a escolha recaído sobre o primeiro.

Devido a existência de condições meteorológicas adversas, quanto ao regime de ventos, foram efectuados estudos, cuja a demora aliada aos atrasos com o projecto e a dificuldades nas expropriações, vieram atrasar o início das obras.

Já em relação ao Aeroporto do Porto Santo a situação era mais favorável, pois existiam poucos entraves. Assim em menos de dez messes as obras estavam concluídas.

O primeiro avião a aterrar na nova pista, foi um Skymaster da TAP, tripulado pelo Comandante Amado da Cunha. Inicio a sua aterragem por volta das onze horas e cinquenta e cinco minutos, do dia 20 de Julho de 1960, depois de duas horas e trinta minutos desde de Lisboa. O aeroporto viria a ser inaugurado no dia 28 de Agosto de 1960.

Nunca diga Se Deus Quiser, Ele quer, será que também quer?


por Ricardo Jordão Magalhães

Um ano havia se passado desde que o médico de Judy Ruth Ashley havia explicado a ela e ao seu marido sobre os procedimentos da cirurgia considerada extremamente delicada que poderia acabar com a doença que a atormentava há mais de 20 anos. A operação consistia em fazer quatro buracos no crânio de Judy por onde seriam implantados tecidos neurais no seu cérebro para estimular as células a crescer, se desenvolver e reverter o curso da doença.

Portadora do mal de Parkinson, Judy se lembrou da entrevista quando abriu os olhos após a operação. Quando o efeito da anestesia passou, Judy Ruth Ashley já se sentia bem melhor.

Tudo parecia ter ido muito bem. Nos meses que se seguiram a operação, Judy, 65 anos, sentia-se cada vez menos e menos incomodada pela incontrolável e excessiva desordem progressiva dos seus movimentos - sintoma típico do Mal de Parkinson. "Hoje eu sou capaz de acordar sem dor, levantar da cama e ir até a casa de banho sem a necessidade de tomar remédios. Eu posso até conduzir um carro. A minha pressão sanguínea não baixa quando eu fico de pé. A minha voz está muito melhor, e eu sou capaz até de cantar novamente em um bar-karaoke perto de casa."

A história de Judy poderia ser apenas mais um caso de sucesso da medicina moderna se não fosse por um pequeno detalhe QUEBRA TUDO: Judy Ashley nunca chegou a receber o implante. Ela se internou no hospital, entrou no clima da cirurgia, foi levada até a sala de operações, tomou a anestesia, os médicos abriram a cabeça dela, mas nada foi colocado lá dentro.

Ela simplesmente melhorou.

Como?

Por que?

Alguns vão dizer que ela melhorou porque ela ACREDITOU que a operação seria um sucesso. Alguns vão dizer que ela melhorou porque os procedimentos técnicos foram bem sucedidos. Alguns vão dizer que ela melhorou porque um milagre divino baixou na menina.

Mas não, ela melhorou porque um Ser Humano disse a ela com MUITA HUMANIDADE que ela melhoraria. O Ser Humano pode curar. O Ser Humano pode resolver. Ela ACREDITOU no médico, no contacto humano, na voz humana, no olhar humano, no sorriso humano, na mente humana, na nova ideia humana, criativa, cheia de esperança, paciência e urgência.

E melhorou.

Simples assim.

"Eu trabalho em uma empresa multinacional cheia dos recursos e boa vontade em querer ajudar os seus funcionários a progredir. Todo trimestre eu tenho oportunidade de assistir a oradores engraçados, emotivos e técnicos que por algumas horas elevam a minha motivação, mas, infelizmente, eu me desmotivo muito facilmente. Programas de motivação, análise de competências e quadrantes neurolinguisticos, simplesmente não funcionam comigo. O que realmente funciona para mim é ser chamado pelo meu chefe para participar de uma reunião com um fornecedor que eu não conheço. O que realmente funciona para mim é ser convocado pelo meu chefe para participar da execução de algum projecto que será relevante para todos nós".
Pessoas precisam de pessoas. Pessoas fazem negócios com pessoas.

Se tem algum problema, na vida ou no trabalho, seja qual for a dificuldade, o melhor lugar para encontrar a melhor solução para si, chama-se NOUTRA pessoa. Ontem, Hoje, Sempre.

É claro que os humanóides vão dizer a que o melhor lugar para procurar a solução dos seus problemas é dentro de si mesmo. Mas infelizmente, é muito mais fácil dizer isso do que fazer. Vamos encarar a realidade: 90% da população não tem a mínima ideia do propósito de suas vidas. A semana é um vazio entre os finais de semana, um buraco negro até que a sexta a noite chegue . Mas isso não acontece porque existe má vontade ou preguiça, isso acontece porque falta uma VOZ HUMANA para dar direcção, um PULSO HUMANO para dar o empurrão.

É claro que a auto-motivação, a auto-estima e o amor-próprio depende de cada um de nós, é claro que todo mundo tem que vir motivado de casa, mas a VOZ humana de outra pessoa pode ACELERAR esse processo infinitas vezes. A propaganda na televisão jamais irá recomendar um livro relevante, o líder tem a responsabilidade de fazer isso; a auto-motivação jamais irá revelar os objectivos da empresa, o líder tem a responsabilidade de fazer isso.

Se o Paretto aplicasse a sua famosa regra, muito provavelmente ele diria que 20% dos funcionários que trabalham na sua empresa são talentosos, 80% não; 20% bate metas, 80% não.

Se esses são os números - muito provavelmente são mesmo - o que vai fazer com as pessoas que não são talentosas e com as pessoas que estão abaixo dos índices de performance?

Esta semana eu recebi um e-mail de um presidente de uma pequena empresa de 50 funcionários me perguntando o que ele deveria fazer com relação a um dos seus funcionários que vende DVDs Piratas livremente dentro da empresa no horário comercial. Ele estava em dúvida se deveria proibir o rapaz de vender DVDs piratas na empresa ou deixar a coisa correr solta. Ele estava com receio de parecer "piegas" e "do contra". Detalhe: os valores da empresa são: Honestidade, Responsabilidade e Integridade.

Eu disse a ele, "Meu amigo, é o Presidente dessa empresa ou não é? Como pode permitir que alguém faça algo que desaprova DENTRO DA SUA CASA? O que está em jogo aqui é a integridade DA SUA CASA! Permitiria a alguém riscar as paredes da sua casa?! O seu escritório é A SUA CASA! Toma vergonha na sua cara! Pegue as rédeas da empresa, na sua CASA.
Depois da minha gritaria inicial, eu pedi a ele que fizesse uma reflexão: "Não culpe o funcionário. Ele tem energia, ele tem iniciativa, ele tem empreendedorismo. Se o rapaz tem TEMPO para fazer algo que não é relacionado ao seu trabalho, é porque falta a ele uma VOZ HUMANA para dar direcção. Se ele tem TEMPO para fabricar DVDs Piratas é porque o líder não tem tempo para conversar com o rapaz sobre as suas metas, objectivos e responsabilidades. ENCARE A REALIDADE: a auto-motivação não vai aparecer, que precisa discutir AGORA os problemas de performance, descobrir as causas, identificar obstáculos que vão além do controle do funcionário, procurar juntos maneiras de melhorar as coisas, definir juntos uma agenda para voltar a conversar sobre a evolução das coisas.

Se Deus Quiser o funcionário vai melhorar? Deus tem mais o quê fazer! Na África onde farinha é comida de rei, no outro lado da galáxia onde ainda não tem Vida, no outro lado do planeta onde ainda se mata por um pedaço de pão.

Seja Humano. Livre-se da pirataria.

Ricardo Jordão Magalhães

KENNY ROGERS & SHEENA EASTON


We've Got Tonight

Kenny Rogers
Composição: Indisponível

I know it's late
I know you're weary
I know your plans don't include me
Still here we are
Both of us lonely

Longing for shelter from all that we see
Why should we worry?
No one will care, girl
Look at the stars now, so far away

We've got tonight
Who needs tomorrow?
We've got tonight, babe, why don't you stay?

Deep in my soul
I've been so lonely
All of my hopes fading away
I've longed for love
Like everyone else does
I know I'll keep searching after today

So there it is, girl
We've got it all now
And here we are, babe
What do you say?

We've got tonight
Who needs tomorrow?
We've got tonight, babe, why don't we stay?

I know it's late and I know you're weary
I know your plans don't include me
Still here we are
Both of us lonely , both of us lonely

We've got tonight
Who needs tomorrow?
Let's make it last
Let's find a way
Turn out the light, come take my hand now
We've got tonight, babe, why don't we stay?
We've got tonight, babe, why don't we stay?

MADEIRA a Pérola do Atlântico

MADEIRA LIVRE
Quando acertamos, ninguém se lembra. Quando erramos, ninguém se esquece.


RELÓGIO e CALENDARIO



HORAS NO MUNDO

Praias Brancas e Águas transparentes

Praias Brancas e Águas transparentes
Paraiso

Arquivo do blogue

PAULOFARIA & C.ª®

Creio que Deus nos colocou neste delicioso mundo para sermos felizes e saborearmos a vida. A felicidade não vem da riqueza, nem do sucesso profissional, nem do comodismo da vida regalada e da satisfação dos próprios apetites. Um passo para a felicidade é, quando jovem, tornar-se forte e saudável, para poder ser útil e gozar a vida quando adulto. O estudo da natureza mostrará o quão cheio de coisas belas e maravilhosas que Deus fez no mundo para o nosso deleite. Fiquem contentes com o que possuem e tirem disso o melhor proveito. Vejam o lado bom das coisas em vez do lado pior. Mas, o melhor meio para alcançar a felicidade é proporcionar aos outros a felicidade. Procurem deixar este mundo um pouco melhor do que o encontraram, e, quando chegar a hora de morrer, poderão morrer felizes sentindo que pelo menos não desperdiçaram o tempo e que procuraram fazer o melhor possível. Deste modo estejam "bem preparados" para viver felizes e para morrer felizes.
BADEN-POWELL
Loading...

PAULO FARIA

PAULO FARIA

PAZ E TRANQUILIDADE

PAZ E TRANQUILIDADE

PAULO FARIA BLOG

PAULO FARIA BLOG
MADEIRA

OBRIGADO PELA SUA VISITA AO MEU BLOG

Tire todas as suas dúvidas sobre blogs.

COMENTE O MEU BLOG E DÊ SUGESTÕES

Credo dos Optimistas
O Credo dos Optimistas foi escrito há quase 100 anos por Christian D. Larson.
Eu prometo a mim mesmo Ser tão forte que nada poderá atrapalhar minha paz de espírito.Falar apenas de saúde, felicidade, e prosperidade para cada pessoa que eu encontrar.Fazer todos os meus amigos sentirem que há algo de valor dentro deles.Ver o lado positivo de tudo e fazer meu optimismo se tornar real.Pensar apenas sobre o melhor, trabalhar apenas para o melhor e esperar apenas o melhor.Ser tão entusiasmado com o sucesso dos outros quanto eu sou para o meu próprio sucesso.Esquecer os enganos do passado e me concentrar apenas nas maiores realizações do futuro.Vestir uma expressão de alegria todo o tempo e sorrir para toda criatura viva que eu encontrar.Direccionar todo meu tempo para me melhorar de maneira a não sobrar tempo para criticar os outros.Ser grande demais para preocupar-me, nobre demais para ter raiva, forte demais para ter medo, e feliz demais para permitir a presença de problemas.Pensar o melhor de mim mesmo, e anunciar isso ao mundo, não em palavras ruidosas, mas sim em grandes acções.Viver na fé de que o mundo inteiro está do meu lado, à medida em que sou sincero e verdadeiro quanto àquilo que há de melhor em mim.
Assim seja!


Acerca de mim

A minha foto
Sou misterioso, sou muito ligado ás tradições. sonhador da ternura da imaginação e da memória com tenacidade fixa, idealizo as recordações, acontecimentos e sentimentos do passado para me proteger contra as incertezas do futuro. No amor há algo dentro de mim como nos contos de fadas, com a a minha princesa, mas também com uma maldição para combater os monstros ameaçadores. Tento ser um romântico, mergulhando num sonho ideal e inacessível. O meu humor é extremamente mutável e em ocasiões sou rabugento e agressivo, tenho necessidade de auto-defensa (às vezes antes mesmo de ser atacado) é uma das minhas características não muito agradáveis. Oscilo entre o júbilo e a depressão. Ás vezes sou muito fechado. Costumo ser intelectualmente ligado às artes e à poesia.

PAULO FARIA BLOG

PAULO FARIA BLOG
FANTASTICBLOG

QUE FAZER NESTE PAÍS EM QUE OS RICOS FICAM MAIS RICOS E OS POBRES CADA VEZ MAIS POBRES?

Porque gosta dar uma olhada no meu Blog?