Euromilhoes

sábado, setembro 02, 2006

vida após da morte...


Um dos maiores temores da humanidade, dentre todos os lados sombrios e desconhecidos, é sem dúvida a morte. A resposta completa deverá ser dada no livro “O Enigma de Platão”
O que acontece com os seres humanos depois da morte?

Vamos primeiramente descrever parte de um texto da obra escrita em Fedro, livro de autoria de Platão:

"Nenhum poeta jamais cantou nem cantará a região que se situa acima dos céus. Vejamos, todavia, como ela é. Se devemos dizer sempre a verdade, quanto mais obrigados o seremos ao falarmos da própria verdade. A realidade sem forma, sem cor, impalpável só pode ser contemplada pela inteligência, que é o guia da alma. E é na ideia Eterna que reside a ciência perfeita, aquela que abarca toda a verdade."
"O pensamento de um deus nutre-se de inteligência e de ciência puras. O mesmo se dá com todas as almas que buscam nutrir-se do alimento que lhes convém. quando a alma, depois da evolução pela qual passa, atinge o conhecimento das essências, esse conhecimento das verdades puras a mergulha na maior das felicidades"
"Depois de haver contemplado essas essências, volta a alma ao seu ponto de partida. E, ao longo da evolução pela qual passou, ela pôde contemplar a Justiça e a Ciência - não esta que conhecemos, sujeitas às mudanças e que são contingentes aos objectos - mas a Ciência que tem por objecto o Ser dos Seres. Quando assim contemplou as essências, quando saciou a sua sede de conhecimento, a alma mergulha novamente na profundeza do céu e volta a seu pouso. Aquela ( alma ) que mais Verdades contemplou gerará um filósofo, um esteta ou um amante favorito das Musas."
Resposta ao enigma:
Platão descreve com autoridade a natureza das almas, pois como filósofo, ele pôde contemplar a beleza das Musas, divindades que presidiam as artes e a ciência. Além disso descreve em um rápido intervalo sua viagem ao mundo das almas:
"A beleza era visível em todo o seu esplendor quando, na corte dos bem-aventurados, deparávamos com o espectáculo ridente em que seguiam a Zeus (Deus na mitologia grega) e alguns entre nós a outros deuses. Iniciados nos mistérios divinos, nós os celebrávamos puros e livres, isentos das imperfeições em que mergulhamos no curso ulterior do nosso caminho. A integridade, a simplicidade, a imobilidade, a felicidade eram as visões que a iniciação revelava ao nosso olhar, imersas numa pura e clara luz. Não tínhamos mácula nem tampouco contacto com esse sepulcro que é o nosso corpo ao qual estamos ligados como a ostra à sua concha."
O que Platão descreve, só pode ser descrito pelos filósofos, únicos seres humanos capazes de viajarem no tempo. No livro O Enigma de Platão, os leitores vão conhecer o pequeno Jorge, um garoto que mergulha no mundo das almas e viaja no tempo, até Atlântida, a cidade perdida descrita por Platão. Lá ele recebe as informações de como os seres humanos se formaram ao longo do tempo. Descobre que o Conhecimento já existia antes do mundo dos homens, e que é formado pelo mundo das ideias, onde os deuses se nutrem de conhecimento, através da experiência vivida por todas as almas.
As almas, que vivem no mundo das ideias, no entanto, não podem manifestar-se em nosso mundo sem depender da matéria, por este motivo, as que vivem enclausuradas nos corpos humanos, ao lembrar deste detalhe que conhecem de outrora, lutam para conseguir a manifestação do eterno através de elementos materiais como o fogo e o ouro, que por ser bons condutores de energia, trazem dos recantos mais misteriosos do céu, a manifestação das almas que ali cooperam com os deuses na regência do universo.
A resposta ao enigma da morte, em que a alma volta ao seu ponto inicial, é que ela vive absolutamente livre da matéria, mas só poderá se manifestar pela experiência e evolução do conhecimento adquirido ao longo do tempo. E que a vida após a morte é como nos sonhos que nós seres humanos temos todos os dias. Se nossos pensamentos se enchem de conhecimento e sabedoria de coisas boas e justas, passaremos para a vida eterna com estas lembranças, que se repetirão para sempre. Em caso contrário, se pensarmos somente em coisas injustas e ruins, passaremos para a vida eterna com eternas repetições destas coisas. Resumindo, a morte é como um sonho durante a vida na terra. Se prestarmos atenção aos nossos sonhos, saberemos exactamente como nos movimentamos durante a vida no infinito universo, após a morte de nossos corpos.

Nota 1: No mundo das ideias, onde as almas dos seres humanos vivem após a morte, estas dependem dos pensamentos que tiveram durante a vida em clausura. Portanto, um dos elementos necessários para a paz do espírito neste outro lado, é precisarmos purificar nossos pensamentos. Intuitivamente, ou podemos dizer, com as vagas lembranças que nos chegam de onde viemos ao nascer, lembramo-nos todos de, nas horas dos pensamentos mais difíceis e ruins, procurar um lugar bom, um Templo, uma religião, ou um Deus, sejamos de qualquer lugar do planeta, de qualquer religião, ou mesmo os seres humanos mais cépticos do mundo. Todos nós temos na alma a mesma origem, o mundo das ideias, o mundo em que todos moramos após a morte.



Como conseguir a vida eterna?

Uma das lendas mais lindas dos primórdios da humanidade vem do Egipto.
É o drama vivido por Osíris e Ísis, sua irmã e esposa.
Rá, o deus egípcio sentiu piedade dos seres humanos, que por seu barbarismo se afastaram dos deuses. Então enviou até à terra quatro Deuses, nascidos do ventre de Nut. Osíris, sua irmã e esposa Ísis, Seth, irmão de Osíris e Néftis que conviveria com Seth mas não teria filhos, pois Seth era estéril.
Osíris instituiu na terra um reinado de paz, tirando o homem do barbarismo, ensinando-lhe leis justas, trabalhar honestamente fazendo o vinho, a cerveja e a plantar e colher os alimentos que necessitava. Curava cegos e fazia deficientes andarem.
Devido a imensa popularidade de Osíris, Seth, seu irmão criou um ódio mortal por ele, e preparou uma armadilha na qual infelizmente Osíris sucumbiu.
Ísis sofreu imensamente com sua morte, e daí a lenda narra diversas fases após ao falecimento de Osíris, entre as quais o método perverso que Seth usa para que Osíris jamais ressuscite, cortando-o em vários pedaços espalhando-o por todo o Egipto.
Ísis consegue recolher os pedaços de seu amado, costurou e prendeu-o com ataduras e fez dele a primeira múmia. E já estando o Deus reconstituído ela tenta trazê-lo de volta inutilmente. É que Osíris, por já ter conhecido a morte não poderia voltar normalmente ao mundo dos vivos, e por isso passa a governar a terra através do mundo dos mortos com seu vários pedaços reconstituídos.
Resposta ao enigma :
O universo possui quatro elementos fundamentais: Matéria, Energia, Espaço e Tempo.
Podemos afirmar categoricamente que dois destes elementos formam a vida: Matéria e Energia. Estes dois membros fundamentais do universo quando se unem geram vida de qualquer forma.
Entretanto, o filósofo grego Melisso de Samos, que viveu cerca de 440 a.C. nos escreve o seguinte texto sobre o universo:
"Sempre foi o que sempre será: pois tivesse sido gerado, antes de ser gerado necessariamente nada seria. Mas se nada era, nada poderia ter sido gerado do nada."
"Não tendo sido gerado, é, sempre foi e sempre será, não tem início e não tem fim: é ilimitado. Pois tivesse sido gerado, teria um início e um fim; se, ao contrário, não começou nem chegou a um fim, sempre foi e sempre será, não tem início nem fim. Pois o que não é o todo, é impossível que seja sempre."
"Nada do que tem início e fim é eterno ou ilimitado."
Melisso de Samos tenta nos dizer a seguinte regra universal:
Que o universo não foi gerado, sempre existiu e sempre existirá, não terá fim. Já o que é gerado, tem início, se tem início terá fim.
Esta regra geral do universo leva aos homens a triste sina de que se nasceram, foram gerados, não podem escapar da regra geral, terão um fim.
No entanto, a equipe do Respostas ao Impossível, através das várias páginas deste site demonstra as outras seguintes verdades universais:
- Que o pensamento não está em nós, segundo o filósofo Descartes.
- Que após a morte a vida continua através de nossos pensamentos, que nunca se acabam.
E como ficam estes pensamentos após a nossa morte:
Permanecem como são actualmente, milhares de pensamentos finitos, ou seja, espalhados pelo universo, como num arquivo gigantesco.
Durante a vida nós os usamos quando precisamos, mas após a morte passam a fazer parte do infinito, do universo inteligente, que nos traz milhares de ideias, o que chamamos de intuição.
Para existirmos como seres humanos eternamente só temos uma solução: separar nossa matéria de nossa energia. Os pensamentos como sabemos, estão na área energética, só precisamos conservar o nosso corpo.
A Deusa Ísis foi a primeira a ter esta ideia, e assim mumificou seu marido.
A referência sobre os diversos pedaços juntados de Osíris quer dizer o seguinte: Precisamos conservar nosso corpo, que atrairá para sempre nossos pensamentos espalhados pelo universo, assim como Ísis o fez.
O que nós do Respostas ao Impossível dizemos na página Vida após a Morte. é o seguinte, que os pensamentos sempre existirão, portanto não devemos ter pensamentos maus, pois eles continuarão eternamente a existir, ou seja, funcionarão para sempre, repetindo-se espalhados na natureza.
Cada pensamento nosso terá um lugar no universo. Por este motivo Cristo nos ensina através da Bíblia, em João 14:1-3, "Na casa de meu Pai há muitas moradas."
Ao visitar um museu egípcio lembre-se sempre do seguinte. Observe bem as múmias. São corpos que estão apenas separados de suas mentes, mas a vida continua. Se nos templos onde for entrar, estiver inscrita uma maldição da múmia, cuidado, ela pode acontecer, como já aconteceu várias vezes por quem não atendeu a mensagem.

Espace- Orff - (video)ORFFBIG-BANG


Carmina Burana- orff
The Univers is in your hand



Como era antes do Big-Bang, teoria segundo os físicos actuais, surgiu o universo?


Para quem ainda não conhece, esclarecemos que a teoria do Big-Bang diz o seguinte: que antes de tudo o que está aí, constelações de estrelas, planetas, cometas, satélites, etc.., havia um ponto concentrando toda a matéria existente, e por isso mesmo com uma densidade altíssima. Em um momento qualquer houve uma explosão, fazendo com que a matéria existente neste ponto se espalhasse e se misturasse, formando todas as coisas existentes e com movimento de expansão em todo o universo. Este movimento um dia irá parar, e a toda matéria do universo voltará ao ponto original. Esta volta de todo o material espalhado se chamará de Big-Crunch.
Vamos tentar dar uma ideia sobre este fenomeno atarvés de Newton, na Teoria da Quantidade de Energia Absoluta dos Elementos, citada no livro A Origem Divina de Todas as Coisas. Vamos defender o verdadeiro conhecimento nesta área tambempela Filosofia. Demonstrando que a Teoria do Big-Bang, seria apenas uma cópia fiel da Filosofia de Anaxágoras, pré-socrático que nasceu por volta de 500 a. C., não fosse por um pequeno erro dos físicos da actualidade. Veja abaixo o que dizia Anaxágoras:
"Todas as coisas estavam juntas, ilimitadas em número e pequenez; pois o pequeno era ilimitado. E enquanto todas elas estavam juntas, nenhuma delas podia ser reconhecida devido sua pequenez. Pois o ar e o éter prevaleciam sobre todas as coisas, ambos ilimitados. Pois no conjunto de todas as coisas, estas são as maiores, tanto em quantidade como em grandeza."
"Antes, contudo, de se separarem, quando todas as coisas ainda estavam juntas, nenhuma cor se podia distinguir, nem uma única. Após terem sido estas coisas assim separadas, devemos reconhecer que todas as coisas juntas não são nem menos nem mais (pois é impossível que sejam mais do que todas), e que todas são sempre iguais."
Veja abaixo onde está o erro do Big-Bang:
Imagine que ao invés de toda a matéria do universo estivesse junta, houvesse não uma reunião de todo esse material, mas um único elemento, como por exemplo, um átomo do tamanho de uma bala de canhão.
Agora imagine que provocando a explosão do Big-Bang.
Para fazer a experiência actualmente usava-se um canhão, colocava-se a bala, provocaria uma explosão que faria com que a bala saísse em direcção ao céu, numa linha vertical.A bala sairía numa velocidade inicial muito grande, mas aos poucos iria perdendo esta velocidade por efeito da gravidade, até parar e voltar ao ponto inicial. Esta é a Teoria do Big-Bang.
Verificou pela experiência acima, que a velocidade inicial da matéria, que em nosso caso era a bala de canhão era maior que a final, e se não contássemos com a força gravitacional, teríamos que contar com a inércia. A bala então teria velocidade igual para sempre, na mesma direcção, o que já demonstrava um erro na teoria do Big-Bang.
Para piorar a situação da teoria do Big-Bang, foi descoberto recentemente pelos próprios físicos, através de observação e cálculos matemáticos, que o universo está em expansão acelerada, ou seja, nem velocidade final menor que a inicial, nem constante.
Tanto o Big-Bang quanto o Big-Crunch estão em crise, e os físicos estão tentando solucionar o problema do por que a velocidade final da expansão do universo ser maior que a inicial, ou seja, acelerada.
Agora veja o que Anaxágoras dizia do período pós separação das coisas que estavam juntas no período inicial do movimento universal:
"Como estas coisas giram e são separadas pela força e pela velocidade. E a força produz a velocidade. A sua velocidade, contudo, não se compara à velocidade de nenhuma das coisas que existem agora entre os homens, pois é muito mais rápida. Também sobre toda a revolução tem o Espírito poder, foi ele quem deu o impulso a esta revolução. E esta revolução moveu-se em um pequeno começo; agora estende-se mais e estender-se-á ainda mais."
Resposta ao enigma:
Além de declarar que no início todas as coisas estavam juntas, há dois mil e quinhentos atrás antes dos físicos actuais, Anaxágoras, pelo último texto de seus fragmentos que escrevemos acima, já sabia que o universo estava em aceleração constante, o que eles não sabiam.
O segredo de Anaxágoras era a de ser um viajante do tempo, assim como outros que descreveremos futuramente e seu segredos.
No livro A Origem Divina de Todas as Coisas, já descrito acima, o nosso viajante do tempo dita um universo inicial inteiro mas interminável, imarcescível, escuro e frio.
Se contarmos que a matéria estava toda reunida em um ponto, e que no resto do universo não havia matéria, então não havia atrito, nem explosões, portanto não havia calor.

FILHO que sejas sempre "GRANDE"! parabens 1-9-1992

PARABENS
GONÇALO

Hoje, mais uma janela se abre diante de teus olhos,
mais um espinho foi retirado da flor,
restando somente a beleza de tão bela data.
Os sintomas da felicidade se traduzem no optimismo,
na fé, na esperança e no empenho por
se ser melhor a cada dia.

MADEIRA a Pérola do Atlântico

MADEIRA LIVRE
Quando acertamos, ninguém se lembra. Quando erramos, ninguém se esquece.


RELÓGIO e CALENDARIO



HORAS NO MUNDO

Praias Brancas e Águas transparentes

Praias Brancas e Águas transparentes
Paraiso

Arquivo do blogue

PAULOFARIA & C.ª®

Creio que Deus nos colocou neste delicioso mundo para sermos felizes e saborearmos a vida. A felicidade não vem da riqueza, nem do sucesso profissional, nem do comodismo da vida regalada e da satisfação dos próprios apetites. Um passo para a felicidade é, quando jovem, tornar-se forte e saudável, para poder ser útil e gozar a vida quando adulto. O estudo da natureza mostrará o quão cheio de coisas belas e maravilhosas que Deus fez no mundo para o nosso deleite. Fiquem contentes com o que possuem e tirem disso o melhor proveito. Vejam o lado bom das coisas em vez do lado pior. Mas, o melhor meio para alcançar a felicidade é proporcionar aos outros a felicidade. Procurem deixar este mundo um pouco melhor do que o encontraram, e, quando chegar a hora de morrer, poderão morrer felizes sentindo que pelo menos não desperdiçaram o tempo e que procuraram fazer o melhor possível. Deste modo estejam "bem preparados" para viver felizes e para morrer felizes.
BADEN-POWELL
Loading...

PAULO FARIA

PAULO FARIA

PAZ E TRANQUILIDADE

PAZ E TRANQUILIDADE

PAULO FARIA BLOG

PAULO FARIA BLOG
MADEIRA

OBRIGADO PELA SUA VISITA AO MEU BLOG

Tire todas as suas dúvidas sobre blogs.

COMENTE O MEU BLOG E DÊ SUGESTÕES

Credo dos Optimistas
O Credo dos Optimistas foi escrito há quase 100 anos por Christian D. Larson.
Eu prometo a mim mesmo Ser tão forte que nada poderá atrapalhar minha paz de espírito.Falar apenas de saúde, felicidade, e prosperidade para cada pessoa que eu encontrar.Fazer todos os meus amigos sentirem que há algo de valor dentro deles.Ver o lado positivo de tudo e fazer meu optimismo se tornar real.Pensar apenas sobre o melhor, trabalhar apenas para o melhor e esperar apenas o melhor.Ser tão entusiasmado com o sucesso dos outros quanto eu sou para o meu próprio sucesso.Esquecer os enganos do passado e me concentrar apenas nas maiores realizações do futuro.Vestir uma expressão de alegria todo o tempo e sorrir para toda criatura viva que eu encontrar.Direccionar todo meu tempo para me melhorar de maneira a não sobrar tempo para criticar os outros.Ser grande demais para preocupar-me, nobre demais para ter raiva, forte demais para ter medo, e feliz demais para permitir a presença de problemas.Pensar o melhor de mim mesmo, e anunciar isso ao mundo, não em palavras ruidosas, mas sim em grandes acções.Viver na fé de que o mundo inteiro está do meu lado, à medida em que sou sincero e verdadeiro quanto àquilo que há de melhor em mim.
Assim seja!


Acerca de mim

A minha foto
Sou misterioso, sou muito ligado ás tradições. sonhador da ternura da imaginação e da memória com tenacidade fixa, idealizo as recordações, acontecimentos e sentimentos do passado para me proteger contra as incertezas do futuro. No amor há algo dentro de mim como nos contos de fadas, com a a minha princesa, mas também com uma maldição para combater os monstros ameaçadores. Tento ser um romântico, mergulhando num sonho ideal e inacessível. O meu humor é extremamente mutável e em ocasiões sou rabugento e agressivo, tenho necessidade de auto-defensa (às vezes antes mesmo de ser atacado) é uma das minhas características não muito agradáveis. Oscilo entre o júbilo e a depressão. Ás vezes sou muito fechado. Costumo ser intelectualmente ligado às artes e à poesia.

PAULO FARIA BLOG

PAULO FARIA BLOG
FANTASTICBLOG

QUE FAZER NESTE PAÍS EM QUE OS RICOS FICAM MAIS RICOS E OS POBRES CADA VEZ MAIS POBRES?

Porque gosta dar uma olhada no meu Blog?