Euromilhoes

sexta-feira, outubro 20, 2006

Dire Straits: Once upon a time in the West (Rockpalast 79)...(VIDEO)...ANO NOVO JUDEU

Dire Straits: Once upon a time in the West (Rockpalast 79)


Once upon a time in the West






Mensagem de ROSH HASHANÁ (Ano Novo Judeu)

FAÇA AS PAZES
PROCURE UM VELHO AMIGO
CONFIE
ESCREVA UMA CARTA DE AMOR
COMPARTILHE UM TESOURO
INCENTIVE UM JOVEM
DIGA UMA PALAVRA MEIGA
DÊ CARINHO A UMA PESSOA IDOSA
DEMONSTRE SUA LEALDADE
CUMPRA UMA PROMESSA
ARRANJE TEMPO
ESQUEÇA UMA OFENSA
PERDOE UM INIMIGO
ESCUTE
PEÇA DESCULPAS
TENTE COMPREENDER
DEIXE DE LADO A INVEJA
SEJA TOLERANTE
ESTENDA A MÃO
AGRADEÇA
SEJA AMÁVEL
SEJA DOCE
SORRIA UM POUCO
SORRIA UM POUCO MAIS
COMBATA O MAL
DESPERTA DA APATIA
APOIE UMA CAUSA JUSTA
CREIA
TENHA PACIÊNCIA
REZE POR ALGUEM
APRECIE A BELEZA DO MUNDO
VIVA
REVELE SEU AMOR
REVELE SEU AMOR AINDA MAIS UMA VEZ
(Rabino Henry Soubel)

É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar para o Reino de Deus













Cristo nunca disse "É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha que um rico entrar no Reino dos Céus".

Ele falava aramaico e hebraico.

Em hebraico, kamel significa corda grossa com a qual os pescadores amarravam seus barcos nos atracadouros.

Então, este é um dos vários erros de tradução que existem nos vários livros da Bíblia.

A tradução, então seria "É mais fácil uma corda grossa passar por um buraco de agulha que um rico entrar no reino dos Céus".

Agora a frase já tem um sentido mais aceitável, não é? Mas, além disto, naquela época, o povo era muito pobre e ser rico poderia até significar ser perdulário ou opressor.

Que tal a frase "É mais fácil uma corda grossa passar por um buraco de agulha que um perdulário (ou opressor) entrar no reino dos Céus"?

Agora faz sentido, não é?

Então, todo o texto que tem como premissa a história de um camelo (animal enorme) passar pelo buraco da agulha é invenção.


"É MAIS FÁCIL"
"É mais fácil um buraco passar pelo camelo de uma agulha que um reino entrar no rico dos céus."
"É mais fácil um reino entrar no buraco de um camelo que uma agulha entrar no rico dos céus."
"É mais fácil um céu entrar no camelo de um buraco que um rico entrar na agulha dos reinos."
E finalmente:
"É mais fácil uma agulha passar pelo rico de um buraco que um camelo entrar no céu dos reinos."
Posted by Radamanto at abril 13, 2002

MADEIRA


ilha da Madeira – também conhecida como a pérola do Atlântico – mantém a promessa de umas férias extraordinárias com as suas magníficas paisagens, clima ameno, folclore colorido e uma gastronomia no mínimo sedutora. A dieta local baseia-se na tradição camponesa e, em termos gerais, quanto mais se aproximar dos métodos de preparação tradicionais mais saboroso ficará o prato.

Apesar das entradas não serem um ponto alto nos menus, ser-lhe-á sempre servido um bolo do caco quentinho com manteiga de alho. Esta espécie de pão encontra-se com muita facilidade em festas e arraiais. Para início de refeição, os madeirenses também costumam pedir lapas grelhadas. Servidas com bastante alho e sumo de limão espremido na hora, esta especialidade vem numa grelha ainda quente, acabada de sair do lume.

Para aqueles que não dispensam uma sopinha quentinha, aconselhamos a deliciosa sopa de tomate e cebola servida com um ovo escalfado. Também muito popular entre os locais é a açorda feita com pão, alho, ovo escalfado, segurelha e azeite - tudo ‘regado’ com água bem quente. O odor desta açorda, que o deixa quentinho nos dias mais frios, é fantástico!

Os amantes de carne encontram na ilha uma grande variedade de pratos de carne, dos quais se destacam a tradicional espetada, a carne de vinho e alhos, o picado e muitos pratos de carne grelhada. A espetada consiste em pedaços de carne de vaca cortados grosseiramente e temperados com alho, sal e louro. A carne é depois grelhada em pau de louro sobre carvão bem quente. Também muito apreciada, especialmente por altura do Natal, é a carne de vinho e alhos, um prato composto por carne de porco que é deixada a marinar, pelo menos durante um dia, numa mistura de alho, vinagre de vinho e louro. Por fim, é cozinhada com essa mesma marinada.

O picado é servido em doses de tamanhos diferentes, geralmente de acordo com o número de pessoas que vai comer. Feito com pequenos cubos de carne de vaca fritos com alho e pimento, é tradicionalmente servido numa travessa rodeado de batatas fritas. Toda a gente pica da mesma travessa com um garfo ou um palito – é um prato de fácil preparação ideal para reuniões familiares ou de amigos.

O milho frito – deliciosos cubos de milho fritos – é uma das alternativas preferidas para acompanhar pratos de carne. No que concerne aos vegetais, encontra na dieta local aquilo que é tradicionalmente cultivado na Madeira, tal como cenouras, feijão verde, abobrinha, pimpinela, ervilhas e batata doce. As saladas são normalmente compostas por alface, tomate, cenoura ralada e cebola.

O peixe é desde sempre um dos principais intervenientes nas escolhas diárias dos madeirenses, facto que se prende com a existência de uma forte tradição piscatória. Atum, espada, bacalhau, gaiado e pota são os que aparecem com mais frequência à mesa dos que cá vivem. O atum é tradicionalmente preparado numa marinada de azeite, alho, sal e oregãos, onde vai a fritar, e é servido com milho cozido. O milho cozido é também o prato que acompanha a espada de cebolada, peixe que é localmente preparado de variadíssimas maneiras.

O bacalhau é outro dos peixes que mais variedades de preparação tem. Desde o delicioso bacalhau com natas, ao bacalhau à Braz, bacalhau à Gomes de Sá ou ao bacalhau simplesmente grelhado, haverá sempre uma ocasião em que o bacalhau não poderá ser dispensado!

Depois de ter passado uns dias na ilha, descobrirá facilmente que os madeirenses também são gulosos! Um pouco por toda a ilha, em todos os cafés, bares e restaurantes encontrará uma grande variedade de bolos, doces e sobremesas. A lista é extensiva, mas o mais apreciado pelos locais são as queijadas, uns bolos feitos de requeijão, ovos e açúcar. O bolo de mel é também muito típico e é o mais antigo na doçaria madeirense, tendo surgido nos tempos áureos de produção de açúcar. As estrelas da doçaria madeirense são o magnífico pudim de maracujá e todo o tipo de frutas, frequentemente misturadas em deliciosas saladas de fruta servidas um pouco por toda a parte.

As bebidas também têm o seu lugar no pódium das especialidades da Madeira. Para além do mundialmente famoso vinho Madeira, a população local produz o seu próprio vinho a partir de diferentes tipos de uva – o chamado vinho seco. Nos bares situados em Câmara de Lobos e nas redondezas experimente a ‘nikita’, uma bebida doce e refrescante feita com cerveja, sumo de ananás, gelado e pedacinhos de ananás, para a qual também existe uma versão sem álcool. Mas se há coisa que pode encontrar em toda a ilha (e é mesmo em toda a ilha!) é a tradicional poncha. Se gostar de a provar e se desejar partilhar essa experiência com os seus amigos em casa, aqui fica a receita! Pegue numa boa medida de aguardente de cana sacarina, junte-lhe mel de cana e sumo de limão. Misture bem, e já está!



ARRAIAL no FUNCHAL





MADEIRA a Pérola do Atlântico

MADEIRA LIVRE
Quando acertamos, ninguém se lembra. Quando erramos, ninguém se esquece.


RELÓGIO e CALENDARIO



HORAS NO MUNDO

Praias Brancas e Águas transparentes

Praias Brancas e Águas transparentes
Paraiso

Arquivo do blogue

PAULOFARIA & C.ª®

Creio que Deus nos colocou neste delicioso mundo para sermos felizes e saborearmos a vida. A felicidade não vem da riqueza, nem do sucesso profissional, nem do comodismo da vida regalada e da satisfação dos próprios apetites. Um passo para a felicidade é, quando jovem, tornar-se forte e saudável, para poder ser útil e gozar a vida quando adulto. O estudo da natureza mostrará o quão cheio de coisas belas e maravilhosas que Deus fez no mundo para o nosso deleite. Fiquem contentes com o que possuem e tirem disso o melhor proveito. Vejam o lado bom das coisas em vez do lado pior. Mas, o melhor meio para alcançar a felicidade é proporcionar aos outros a felicidade. Procurem deixar este mundo um pouco melhor do que o encontraram, e, quando chegar a hora de morrer, poderão morrer felizes sentindo que pelo menos não desperdiçaram o tempo e que procuraram fazer o melhor possível. Deste modo estejam "bem preparados" para viver felizes e para morrer felizes.
BADEN-POWELL
Loading...

PAULO FARIA

PAULO FARIA

PAZ E TRANQUILIDADE

PAZ E TRANQUILIDADE

PAULO FARIA BLOG

PAULO FARIA BLOG
MADEIRA

OBRIGADO PELA SUA VISITA AO MEU BLOG

Tire todas as suas dúvidas sobre blogs.

COMENTE O MEU BLOG E DÊ SUGESTÕES

Credo dos Optimistas
O Credo dos Optimistas foi escrito há quase 100 anos por Christian D. Larson.
Eu prometo a mim mesmo Ser tão forte que nada poderá atrapalhar minha paz de espírito.Falar apenas de saúde, felicidade, e prosperidade para cada pessoa que eu encontrar.Fazer todos os meus amigos sentirem que há algo de valor dentro deles.Ver o lado positivo de tudo e fazer meu optimismo se tornar real.Pensar apenas sobre o melhor, trabalhar apenas para o melhor e esperar apenas o melhor.Ser tão entusiasmado com o sucesso dos outros quanto eu sou para o meu próprio sucesso.Esquecer os enganos do passado e me concentrar apenas nas maiores realizações do futuro.Vestir uma expressão de alegria todo o tempo e sorrir para toda criatura viva que eu encontrar.Direccionar todo meu tempo para me melhorar de maneira a não sobrar tempo para criticar os outros.Ser grande demais para preocupar-me, nobre demais para ter raiva, forte demais para ter medo, e feliz demais para permitir a presença de problemas.Pensar o melhor de mim mesmo, e anunciar isso ao mundo, não em palavras ruidosas, mas sim em grandes acções.Viver na fé de que o mundo inteiro está do meu lado, à medida em que sou sincero e verdadeiro quanto àquilo que há de melhor em mim.
Assim seja!


Acerca de mim

A minha foto
Sou misterioso, sou muito ligado ás tradições. sonhador da ternura da imaginação e da memória com tenacidade fixa, idealizo as recordações, acontecimentos e sentimentos do passado para me proteger contra as incertezas do futuro. No amor há algo dentro de mim como nos contos de fadas, com a a minha princesa, mas também com uma maldição para combater os monstros ameaçadores. Tento ser um romântico, mergulhando num sonho ideal e inacessível. O meu humor é extremamente mutável e em ocasiões sou rabugento e agressivo, tenho necessidade de auto-defensa (às vezes antes mesmo de ser atacado) é uma das minhas características não muito agradáveis. Oscilo entre o júbilo e a depressão. Ás vezes sou muito fechado. Costumo ser intelectualmente ligado às artes e à poesia.

PAULO FARIA BLOG

PAULO FARIA BLOG
FANTASTICBLOG

QUE FAZER NESTE PAÍS EM QUE OS RICOS FICAM MAIS RICOS E OS POBRES CADA VEZ MAIS POBRES?

Porque gosta dar uma olhada no meu Blog?